5 FILMES PARA ASSISTIR NOS ÚLTIMOS 5 DIAS DO ANO!

0 Comment

Oi meus amores, tudo bem com vocês? Faltam 5 dias para o ano acabar e posso dizer com certeza que foi um ano extremamente agitado no mundo cinematográfico. As produções a cada ano estão cada vez mais profissionais, inteligentes e criativas. Existem filmes que tocam de alguma maneira nosso coração, ou nos fazem refletir sobre situações da vida. Por isso, pedi para as leitoras indicarem filmes que não necessariamente foram produzidos em 2017, mas assistidos ao longo do ano, que tenham marcado suas vidas de alguma forma, através de uma reflexão. Para assim, quem ainda não assistiu, tem os últimos 5 dias do ano para assistir! Bora começar?

  1. O Fabuloso Destino de Amelie Poulain:

Sinopse: Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência.

Indicado por Anne Lima: “Faz um tempo que assisti esse filme, mas pra mim, foi o que marcou. O melhor! O filme fala dos pequenos prazeres da vida. Uma historia de uma jovem que se muda para Paris e em um belo dia encontra uma caixa e decide procurar o dono. Achei perfeito!”

2. Dentro da Casa:

Sinopse: Um pouco cansado da rotina de professor, Germain (Fabrice Luchini) chega a atormentar sua esposa Jeanne (Kristin Scott Thomas) com suas reclamações, mas ela também tem seus problemas profissionais para resolver e nem sempre dá a atenção desejada. Até o dia em que ele descobre na redação do adolescente Claude (Ernst Umhauer) um estilo diferente de escrever, que dá início a um intrigante jogo de sedução entre pupilo e mestre, que acaba envolvendo a própria esposa e a família de um colega de classe.

Indicado por Sara Silva: “Certamente um filme desconhecido por uns quantos, pouca visibilidade na mídia mas com alguns fãs. Considero-o um dos meus filmes prediletos, é um filme francês de 2013 com uma narrativa extremamente equilibrada, personagens fascinantes e com uma abordagem distinta a determinadas temáticas. É um filme excelente com uma fotografia igualmente bela. É marcante pela credibilidade de certas ocorrências da vida, quando não conseguimos separar as coisas tal como deviam ser e a culpa é absolutamente nossa mesmo que a gente negue, a necessidade de confrontar o que nos provoca tormento, os taboos que devem ser mencionados e explorados em filmes de horário nobre (e igualmente na vida) e como podemos superar diversas adversidades.”

3. Donnie Darko:

Sinopse: Donnie (Jake Gyllenhaal) é um jovem brilhante e excêntrico, que cursa o colegial mas despreza a grande maioria dos seus colegas de escola. Donnie tem visões, em especial de um coelho monstruoso o qual apenas ele consegue ver, que o encorajam a realizar brincadeiras destrutivas e humilhantes com quem o cerca. Até que um dia uma de suas visões o atrai para fora de casa e lhe diz que o mundo acabará dentro de um mês. Donnie inicialmente não acredita na profecia, mas momentos depois um avião cai bem no telhado de sua casa, quase matando-o. É quando ele começa a se perguntar qual o fundo de verdade da sua previsão.

Indicado por Nya Purdy“É denso, causa arrepios e reflexões profundas sobre muitas coisas. Por ser um filme um pouco complicado e com temas delicados cada um tem uma interpretação super pessoal. É notável as críticas à famílias com relacionamentos frágeis, aos métodos medíocres de ensino, bullying, ao desprezo de problemas psicológicos e vários outros temas. O filme é um grande paradoxo, onde Darko viaja para o futuro e passado, para de certa forma se sacrificar e assim mudar o curso do tempo, evitando o fim do mundo. O mesmo é apenas um garoto perdido na própria mente que possui um companheiro “”imaginário”” macabro. Questiona as coisas e cria conflitos com pequenas coisas, mas importantes. Me marcou o fato dele estar em diferentes partes do tempo durante o filme, o que causa certa confusão mas ao fim é compreensível. A trilha também é incrível, com hits da época e encaixa perfeitamente com o personagem. Algumas coisas ainda ficaram abertas para mim, preciso rever e prestar atenção em alguns detalhes. É um filme extremamente reflexivo que todos deveriam ver e pensar um pouquinho sobre.”

4. Toy Story 3:

Sinopse: O aniversário de Andy está chegando e os brinquedos estão nervosos. Afinal de contas, eles temem que um novo brinquedo possa substituí-los. Liderados por Woody, um caubói que é também o brinquedo predileto de Andy, eles montam uma escuta que lhes permite saber dos presentes ganhos. Entre eles está Buzz Lightyear, o boneco de um patrulheiro espacial, que logo passa a receber mais atenção do garoto. Isto aos poucos gera ciúmes em Woody, que tenta fazer com que ele caia atrás da cama. Só que o plano dá errado e Buzz cai pela janela. É o início da aventura de Woody, que precisa resgatar Buzz também para limpar sua barra com os outros brinquedos.

Indicado por Ana Paula Leal: “Um dos filmes que eu mais gosto de assistir todo ano, e paro toda vez que passa na televisão pra rever é o Toy Story 3… Por que além de ser uma sequência impecável (já que muitas sequências deixam a desejar), a história é tocante, ainda mais pra quem é fã da saga desde o primeiro filme… A gente se prendeu aos personagens, criou empatia e simpatia como se fossem atores de verdade, então a emoção fica a flor da pele… O filme é sobre companherismo, lealdade e gentileza, faz a gente lembrar que vale a pena defender quem a gente ama, que os nossos verdadeiros amigos estão sempre junto, mesmo longe e eles nunca vão te deixar cair… Acho que vale muito reassistir com a família e com os amigos, por que esse filme não tem idade, diverte, encanta a todos e é mais um golaço da Disney Pixar, que tem sempre um espaço especial nas nossas memórias!”

5. A Grande Beleza:

Sinopse: Em Roma, durante o verão, o escritor Jap Gambardella (Toni Servillo) reflete sobre sua vida. Ele tem 65 anos de idade, e desde o grande sucesso do romance “O Aparelho Humano”, escrito décadas atrás, ele não concluiu nenhum outro livro. Desde então, a vida de Jep se passa entre as festas da alta sociedade, os luxos e privilégios de sua fama. Quando se lembra de um amor inocente da sua juventude, Jep cria forças para mudar sua vida, e talvez voltar a escrever.

Indicado por Barbhara Eidam: “Além da fotografia incrível de Roma, faz a gente repensar nas relações tão efêmeras que a gente tá tão acostumado… Faz querermos algo para além das aparências. Indico muito!”



As meninas arrasaram, né? Foram ótimas sugestões! Também teve outras como “Estrelas Além do Tempo” e “Extraordinário”, esse último ainda está no cinema! E é um filme maravilhoso que eu super recomendo à todas as pessoas assistir!

0 Comentários

Deixar Comentário